CORRUPÇÃO SACERDOTAL

Tab 14

 

— Eram, porém, os filhos de Eli filhos de (Belial = filhos da perversidade) e não conheciam o SENHOR; (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 12.

                                                        

                                               CORRUPÇÃO SACERDOTAL

       

         P 01

Geralmente quando se trata de religião nós passamos a maior parte do tempo nos preocupando com a plateia, como diríamos, o corpo da Igreja. Quase sempre aquele pessoal que forma o corpo da Igreja, é um pessoal sem muito conhecimento, e consequentemente sem muita preocupação, porém é o corpo da Igreja, representa o Corpo de Cristo. Se essa plateia, se esse corpo não for muito bem, a Igreja acaba deixando de existir, pois um Templo feito de quatro paredes, não nos leva à lugar nenhum, pois a cabeça só funciona enquanto tiver um corpo para segurá-la. Agora imagine você meu caro leitor(a), uma organização religiosa baseada, fundamentada na fé, tendo como base o Senhor Deus Todo-Poderoso, bagunçando, zombando da administração do Próprio Deus Todo-Poderoso, pois se você ler com atenção esta materiazinha, você verá que foi o que fizeram os lideres do Governo, e do setor religioso do Estado de ISRAEL lá no passado.

— Era, porém, o Sacerdote Eli já muito velho, ele via e ouvia tudo quanto seus filhos faziam à todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação. E perguntou-lhes: Por que fazeis tais coisas? Porque ouço de todo este povo os vossos malefícios. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; fazeis transgredir o povo do SENHOR. Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão; pecando, porém, o homem contra o SENHOR, quem intercederá por ele? Mas não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 22-25.

 

— Então, veio o SENHOR, e ali esteve, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala, porque o teu servo ouve. E disse o SENHOR à Samuel: Eis aqui vou eu á fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que ouvir lhe tinirão ambas as orelhas. Naquele mesmo dia, suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa; começarei e acabarei. Porque já eu lhe fiz saber que julgarei a sua casa para sempre, pela iniquidade que ele bem conhecia, porque, fazendo-se os seus filhos execráveis, não os repreendeu. Portanto, jurei à casa do Sacerdote Eli que jamais será expiada a sua iniquidade, com sacrifício nem com oferta de manjares. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 10-14.

 

INTRODUÇÃO. Nesta lição veremos a definição do termo degenerar; pontuaremos a corrupção moral e espiritual de Israel; estudaremos sobre a mensagem de juízo para Israel vinda da parte de Deus; e por fim, analisaremos o castigo divino contra nação por causa de sua degeneração. O tema desta lição é a degeneração da liderança sacerdotal da casa do Sacerdote Eli.

 

Veremos que os filhos deste não corresponderam aos propósitos divinos, e enveredaram pelo caminho do pecado, o que os fez deturpar as características do sacerdócio. — Santos serão, ao seu Deus e não profanarão o nome do seu Deus, porque oferecem as ofertas queimadas do SENHOR, o pão do seu Deus; portanto, serão Santos. Não tomarão mulher prostituta ou infame, nem tomarão mulher repudiada de seu marido, pois o Sacerdote Santo é ao seu Deus. (Bíblia Sagrada) Lev. 21: 6-7.

 

      P 02

Assim, Deus agiu de modo punitivo para com os filhos do Sacerdote Eli, pois eles, tendo conhecimento das leis divinas, não andaram por elas, mas degeneraram-se, abandonando as virtudes do verdadeiro sacerdócio. Quando Deus escolhe alguém para executar uma missão, deve este alguém observar rigorosamente a vontade Divina.

  1. DEFINIÇÃO DO TERMO, DEGENERAR.
  2. Definição do verbo degenerar. O verbo “degenerar” significa: “Mudar para um estado ou condição qualitativamente inferior; declinar, estragar. Mudar para pior; ocasionar ou adquirir maus hábitos ou práticas; corromper-se; deturpar; apodrecer; depravar; estragar”.

Enquanto a palavra regenerar fala de uma mudança para melhor, degenerar é uma mudança para pior; é um movimento regressivo e não progressivo. A degeneração é entendida como a alteração de algo. É mudar para uma condição ou estado de inferioridade.

Assim, logo á seguir nós podemos ver o Profeta Jeremias, nos apresentando, digamos assim a tristeza, do Próprio Deus em relação as ações negativas  dos seus servos. O texto usa a palavra degenerado em relação á Israel como povo de Deus, pois de uma vide excelente vieram a ser uma planta amarga. Esse é o sentido de “pikrían” que aparece na Septuaginta (versão da História Hebraica para o grego). Na Vulgata Latina (versão da Bíblia Sagrada do grego para o latim) aparece como adjetivo “právus” para referir-se á algo disforme, defeituoso, depravado. — Eu mesmo te plantei como vide excelente, uma semente inteiramente fiel; como, pois, te tornaste para mim uma planta degenerada, de vide estranha? (Bíblia Sagrada) Jer. 2: 21.

 

Nós sabemos que o povo de um modo geral, em matéria de religião, não tinha nenhum conhecimento, não sabia como verdadeiramente agradar á Deus, porém, a liderança deveria se especializar e procurar fazer o melhor possível. Pelo contrário, parece que exatamente as pessoas que tinham todo conhecimento, eram as pessoas que pior faziam! Pois se nós olharmos para o maldito rei Herodes, temos a oportunidade de ver o tamanho do absurdo, de tanto conhecimento. — E, congregados todos os príncipes dos Sacerdotes e os escribas do povo, perguntou-lhes onde havia de nascer o Cristo. (Bíblia Sagrada) Mat. 2: 4.

Você sabe para que esse monstro queria saber onde haveria de nascer o Cristo? Simplesmente para assassiná-lo! Porém, o povo de um modo geral, não tinha praticamente nenhum conhecimento das coisas de Deus. Em certa oportunidade o Senhor Jesus dizia:

 

— Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste! (Bíblia Sagrada) Mat. 23: 37. Aqui fica a pergunta, o povo de um modo geral, não quis, ou não sabia de coisa nenhuma? Porém, como você acabou de ler, a liderança SABIA!

 

        P 03

  1. A DEGENERAÇÃO MORAL E ESPIRITUAL DE ISRAEL

     1. Situação do povo. O período dos juízes que se estende até aos dias do Profeta Samuel, foi um período de oscilações espirituais na vida do povo de Israel. Geralmente quando estavam em paz e prosperidade davam as costas para o Senhor Deus, e passavam á adorar os ídolos. — Então, fizeram os filhos de Israel o que parecia mal aos olhos do SENHOR; e serviram aos baalins. E os filhos de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do SENHOR, e se esqueceram do SENHOR, seu Deus, e serviram aos baalins e a Astarote.

Porém os filhos de Israel tornaram a fazer o que parecia mal aos olhos do SENHOR; então, o SENHOR esforçou a Eglom, rei dos moabitas, contra Israel, porquanto fizeram o que parecia mal aos olhos do SENHOR. Porém os filhos de Israel tornaram a fazer o que parecia mal aos olhos do SENHOR, depois de falecer Eúde. Porém os filhos de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do SENHOR; e o SENHOR os deu nas mãos dos midianitas por sete anos.

Então, tornaram os filhos de Israel a fazer o que parecia mal aos olhos do SENHOR e serviram aos baalins, e a Astarote, aos deuses da Síria, aos deuses de Sidom, aos deuses de Moabe, aos deuses dos filhos de Amom, e aos deuses dos filisteus; e deixaram o SENHOR e não o serviram. E os filhos de Israel tornaram a fazer o que parecia mal aos olhos do SENHOR, e o SENHOR os entregou na mão dos filisteus por quarenta anos. (Bíblia Sagrada) Jui. 2: 11. – 3: 7, 12. – 4: 1. – 6: 1. – 10: 6. – 13: 1.

Todavia quando as coisas apertavam geralmente clamavam ao Senhor Deus Todo-Poderoso, que geralmente lhes ouvia, se compadecia do Seu povo e aliviava o seu sofrimento. — E os filhos de Israel clamaram ao SENHOR, e o SENHOR levantou aos filhos de Israel um libertador, e os libertou: Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe, mais novo do que ele. E veio sobre ele o Espírito do SENHOR, e julgou a Israel e saiu à peleja; e o SENHOR deu na sua mão a Cusã-Risataim, rei da Síria; e a sua mão prevaleceu contra Cusã-Risataim. Então, os filhos de Israel clamaram ao SENHOR, e o SENHOR lhes levantou um libertador:

Eúde, filho de Gera, benjamita, homem canhoto. E os filhos de Israel enviaram pela sua mão um presente a Eglom, rei dos moabitas. Então, os filhos de Israel clamaram ao SENHOR, porquanto Jabim tinha novecentos carros de ferro e por vinte anos oprimia os filhos de Israel violentamente. Assim, Israel empobreceu muito pela presença dos midianitas; então, os filhos de Israel clamaram ao SENHOR. Então, os filhos de Israel clamaram ao SENHOR, dizendo: Contra ti havemos pecado, porque deixamos o nosso Deus e servimos aos baalins. (Bíblia Sagrada) Jui. 3: 9-10, 15. – 4: 3. – 6: 6. – 10: 10.

A idolatria parecia enraizada no meio do povo de Deus. — Então, falou Samuel à toda a casa de Israel, dizendo: Se com todo o vosso coração vos converterdes ao SENHOR, tirai dentre vós os deuses estranhos e os astarotes, e preparai o vosso coração ao SENHOR, e servi á ele só, e vos livrará da mão dos filisteus. Então, os filhos de Israel tiraram dentre si os baalins e os astarotes e serviram só ao SENHOR. (Bíblia Sagrada) I Sam. 7: 3-4.

  

           P 04

  1. Situação dos líderes. Deus nomeou homens a fim de que eles pudessem conduzir o povo de Israel nos caminhos e na vontade do Senhor. No entanto, quando os líderes se desviavam o prejuízo era ainda maior. Vejamos como estavam os líderes no período inicial do 1º livro do Profeta Samuel: — Eram, porém, os filhos do Sacerdote Eli, filhos da perversidade e não conheciam o SENHOR; porquanto o costume daqueles Sacerdotes com o povo era que, oferecendo alguém algum sacrifício, vinha o moço do sacerdote, estando-se cozendo a carne, com um garfo de três dentes em sua mão; e dava com ele, na caldeira, na panela, no caldeirão, ou na marmita; e tudo quanto o garfo tirava o Sacerdote tomava para si; assim faziam a todo o Israel que ia ali a Siló.

Também, antes de queimarem a gordura, vinha o moço do Sacerdote e dizia ao homem que sacrificava: Dá essa carne para assar ao Sacerdote, porque não tomará de ti carne cozida, senão crua. E, dizendo-lhe o homem: Queimem primeiro a gordura de hoje, e depois toma para ti quanto desejar a tua alma, então, ele lhe dizia: Não, agora a hás de dar; e, se não, por força a tomarei. Era, pois, muito grande o pecado desses jovens perante o SENHOR, porquanto os homens desprezavam a oferta do SENHOR. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 12-17.

 

2.1. O Sacerdote Eli era conivente com os erros de seus filhos. Eli Era descendente de Arão e Itamar, tornou-se Sumo Sacerdote no centro da adoração em Siló. Eli esteve à frente do povo como juiz e Sacerdote por pelo menos quarenta anos.  — E sucedeu que, fazendo ele menção da arca de Deus, Eli caiu da cadeira para trás, da banda da porta, quebrou o pescoço, e morreu, porquanto o homem era velho e pesado; e tinha ele julgado á Israel quarenta anos. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 18. E assim Eli viveu até aos 98 anos de idade. — E era Eli da idade de noventa e oito anos; e estavam os seus olhos tão escurecidos, que já não podia ver. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 15.

 

A palavra, o nome Eli: Significa “Meu Deus”, e a despeito da confiança e da fé que ele tinha no Senhor, ele não foi bem-sucedido na formação da sua família. Seus dois filhos, que também eram sacerdotes, pecavam contra o Senhor, no entanto, Eli se restringia apenas á uma repreensão verbal e nada mais. — Era, porém, Eli já muito velho e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação. E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? Porque ouço de todo este povo os vossos malefícios. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; fazeis transgredir o povo do SENHOR. Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão; pecando, porém, o homem contra o SENHOR, quem intercederá por ele? Mas não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. E o jovem Samuel ia crescendo e fazia-se agradável, assim para com o SENHOR como também para com os homens. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 22-26.

Eli não honrou o seu chamado e estimou mais os filhos do que o Próprio Deus Todo-Poderoso. — E eu o escolhi dentre todas as tribos de Israel para Sacerdote, para oferecer sobre o meu altar, para acender o incenso e para trazer a ESTOLA SACERDOTAL perante mim; e dei à casa de teu pai todas as ofertas queimadas dos filhos de Israel.

  

        P 05

Por que dais coices contra o sacrifício e contra a minha oferta de manjares, que ordenei na minha morada, e honras a teus filhos mais do que a mim, para vos engordardes do principal de todas as ofertas do meu povo de Israel? (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 28-29.

 

O Sacerdote Eli foi:

  1. a) Um pai ausente, que não tinha tempo para os filhos. — Ai de nós! Quem nos livrará das mãos destes grandiosos deuses? Estes são os deuses que feriram os egípcios com todas as pragas junto ao deserto. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 18.

 

  1. b) Um pai omisso, que não abriu os olhos para ver os sinais de perigo dentro do seu próprio lar. — Era, porém, Eli já muito velho e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação. E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? Porque ouço de todo este povo os vossos malefícios. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; fazeis transgredir o povo do SENHOR. Por que dais coices contra o sacrifício e contra a minha oferta de manjares, que ordenei na minha morada, e honras a teus filhos mais do que a mim, para vos engordardes do principal de todas as ofertas do meu povo de Israel? Portanto, diz o SENHOR, Deus de Israel: Na verdade, tinha dito eu que a tua casa e a casa de teu pai andariam diante de mim perpetuamente; porém, agora, diz o SENHOR:

Longe de mim tal coisa, porque aos que me honram honrarei, porém os que me desprezam serão envilecidos. Eis que vêm dias em que cortarei o teu braço e o braço da casa de teu pai, para que não haja mais velho algum em tua casa. E verás o aperto da morada de Deus, em lugar de todo o bem que houvera de fazer a Israel; nem haverá por todos os dias velho algum em tua casa. O homem, porém, que eu te não desarraigar do meu altar será para te consumir os olhos e para te entristecer a alma; e toda a multidão da tua casa morrerá quando chegar à idade varonil. E isto te será por sinal, a saber, o que sobrevirá a teus dois filhos, a Hofni e a Finéias: Que ambos morrerão no mesmo dia. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 22-24, 29-34.

— E disse o SENHOR a Samuel: Eis aqui vou eu a fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que ouvir lhe tinirão ambas as orelhas. Naquele mesmo dia, suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa; começarei e acabarei.  E ele disse: Que palavra é a que te falou? Peço-te que me não encubras; assim Deus te faça e outro tanto se me encobrires alguma palavra de todas as palavras que te falou. Então, Samuel lhe contou todas aquelas palavras e nada lhe encobriu. E disse ele: É o SENHOR; faça o que bem parecer aos seus olhos. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 11-12, 17-18.

 

  1. c) Um pai conivente. — Por que dais coices contra o sacrifício e contra a minha oferta de manjares, que ordenei na minha morada, e honras a teus filhos mais do que a mim, para vos engordardes do principal de todas as ofertas do meu povo de Israel? Porque já eu lhe fiz saber que julgarei a sua casa para sempre, pela iniquidade que ele bem conhecia, porque, fazendo-se os seus filhos execráveis, não os repreendeu. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 29. – 3: 13.

 

          P 06

  1. d) um pai passivo ao fatalismo. — Então, Samuel lhe contou todas aquelas palavras e nada lhe encobriu. E disse ele: É o SENHOR; faça o que bem parecer aos seus olhos. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 18.

2.2. Hofni e Finéias pecavam contra Deus. Os filhos de Eli, Hofni e Finéias, foram chamados por Deus para o sacerdócio. — Subia, pois, este homem da sua cidade de ano em ano á adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos, em Siló; e estavam ali os Sacerdotes em Siló; e estavam ali os Sacerdotes do SENHOR, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli. (Bíblia Sagrada) I Sam. 1: 3.

 

No entanto, por causa do seu mau comportamento, foram chamados de filhos de Belial, ou seja, filhos da perversidade: — Eram, porém, os filhos do Sacerdote Eli filhos de (Belial = Perversidade) e não conheciam o SENHOR; (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 12.

 

Esta expressão hebraica é usada para descrever pessoas desprezíveis e blasfemadoras: (hebraico “gadaph”): — Uns homens, filhos de Belial, ou seja, homens malignos, saíram do meio de ti, que incitaram os moradores da sua cidade, dizendo: Vamos e sirvamos a outros deuses que não conheceste, (Bíblia Sagrada) Deu. 13: 13. — Estando eles alegrando o seu coração, eis que os homens daquela cidade homens que eram (filhos de Belial = filhos da perversidade) cercaram a casa, batendo à porta; e falaram ao velho, senhor da casa, dizendo: Tira para fora o homem que entrou em tua casa, para que o conheçamos. (Bíblia Sagrada) Jui. 19: 22.

Paulo usa Belial “belliyya ́al” como um sinônimo de satanás. — Como podem Cristo e o diabo estar de acordo? O que é que um cristão e um descrente têm em comum? (Bíblia Sagrada) II Cor. 6: 15. É dito também que eles “não conheciam ao SENHOR”. — Eram, porém, os filhos de Eli filhos de Belial e não conheciam o SENHOR; (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 12. Ou seja, não possuíam qualquer conhecimento do verbo hebraico “yadá” íntimo e pessoal de Deus. Vejamos quais foram os pecados destes homens que os fizeram tão desprezíveis:

 

  1. a) Pecados de ordem cúltica: — Eram, porém, os filhos de Eli filhos de Belial e não conheciam o SENHOR; porquanto o costume daqueles Sacerdotes com o povo era que, oferecendo alguém algum sacrifício, vinha o moço do Sacerdote, estando-se cozendo a carne, com um garfo de três dentes em sua mão; e dava com ele, na caldeira, na panela, no caldeirão, ou na marmita; e tudo quanto o garfo tirava o Sacerdote tomava para si; assim faziam á todo o Israel que ia ali á Siló.

Também, antes de queimarem a gordura, vinha o moço do Sacerdote e dizia ao homem que sacrificava: Dá essa carne para assar ao Sacerdote, porque não tomará de ti carne cozida, senão crua. E, dizendo-lhe o homem: Queimem primeiro a gordura de hoje, e depois toma para ti quanto desejar a tua alma, então, ele lhe dizia: Não, agora a hás de dar; e, se não, por força a tomarei. Era, pois, muito grande o pecado desses jovens perante o SENHOR, porquanto os homens desprezavam a oferta do SENHOR. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 12-17.

 

      P 07

A lei descrevia com precisão as porções dos sacrifícios que pertenciam aos Sacerdotes. — Depois, oferecerá do sacrifício pacífico a oferta queimada ao SENHOR: a gordura que cobre a fressura e toda a gordura que está sobre a fressura. Então, ambos os rins, e a gordura que está sobre eles e sobre as tripas, e o redenho que está sobre o fígado com os rins tirará. E os filhos de Arão queimarão isso sobre o altar, em cima do holocausto, que estará sobre a lenha que está no fogo; oferta queimada é, de cheiro suave ao SENHOR. Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:

 

Fala aos filhos de Israel, dizendo: Quem oferecer ao SENHOR o seu sacrifício pacífico trará a sua oferta ao SENHOR; do seu sacrifício pacífico as suas próprias mãos trarão as ofertas queimadas do SENHOR; a gordura do peito com o peito trará para movê-lo por oferta movida perante o SENHOR. E o sacerdote queimará a gordura sobre o altar, porém o peito será de Arão e de seus filhos. Também a espádua direita dareis ao Sacerdote por oferta alçada dos vossos sacrifícios pacíficos. Aquele dos filhos de Arão que oferecer o sangue do sacrifício pacífico e a gordura, esse terá a espádua direita por sua porção; porque o peito movido, e a espádua alçada tomei dos filhos de Israel, dos seus sacrifícios pacíficos, e os dei a Arão, o sacerdote, e aos seus filhos, por estatuto perpétuo dos filhos de Israel.

 

Esta é a porção de Arão e a porção de seus filhos, das ofertas queimadas do SENHOR, no dia em que os apresentou para administrar o sacerdócio ao SENHOR, o que o SENHOR ordenou que se lhes desse dentre os filhos de Israel no dia em que os ungiu; estatuto perpétuo é pelas suas gerações. E disse Moisés à Arão, à Eleazar, e à Itamar, seus filhos que lhe ficaram: Tomai a oferta de manjares, restante das ofertas queimadas ao SENHOR, e comei-a sem levedura junto ao altar, porquanto uma coisa santíssima é. Portanto, o comereis no lugar santo; porque isto é a tua porção e a porção de teus filhos, das ofertas queimadas ao SENHOR; porque assim me foi ordenado.

 

Também o peito da oferta do movimento e a espádua da oferta alçada comereis em lugar limpo, tu, e teus filhos, e tuas filhas contigo; porque foram dados por tua porção e por porção de teus filhos, dos sacrifícios pacíficos dos filhos de Israel. A espádua da oferta alçada e o peito da oferta do movimento trarão com as ofertas queimadas de gordura, para mover por oferta de movimento perante o SENHOR; o que será por estatuto perpétuo, para ti e para teus filhos contigo, como o SENHOR tem ordenado.(Bíblia Sagrada) Lev. 3: 3-5. / 7: 28-36. / 10: 12-15.

 

— Os Sacerdotes levitas, toda a tribo de Levi, não terão parte nem herança em Israel; das ofertas queimadas do SENHOR e da sua herança comerão. Pelo que não terão herança no meio de seus irmãos; o SENHOR é a sua herança, como lhe tem dito. Este, pois, será o direito dos Sacerdotes, a receber do povo, dos que sacrificarem sacrifício, seja boi ou gado miúdo: que darão ao sacerdote a espádua, e as queixadas, e o bucho. Dar-lhe-ás as primícias do teu cereal, do teu mosto e do teu azeite e as primícias da tosquia das tuas ovelhas. Porque o SENHOR, teu Deus, o escolheu de todas as tuas tribos, para que assista a servir no nome do SENHOR, ele e seus filhos, todos os dias. (Bíblia Sagrada) Deu. 18: 1-5.

 

      P 08

Porém, os dois irmãos tomavam para si toda a carne que queriam e, ainda, as partes de gordura que pertenciam ao Senhor. — Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, dizendo: Quem oferecer ao SENHOR o seu sacrifício pacífico trará a sua oferta ao SENHOR; do seu sacrifício pacífico as suas próprias mãos trarão as ofertas queimadas do SENHOR; a gordura do peito com o peito trará para movê-lo por oferta movida perante o SENHOR. E o Sacerdote queimará a gordura sobre o altar, porém o peito será de Arão e de seus filhos. Também a espádua direita dareis ao Sacerdote por oferta alçada dos vossos sacrifícios pacíficos.

Aquele dos filhos de Arão que oferecer o sangue do sacrifício pacífico e a gordura, esse terá a espádua direita por sua porção; porque o peito movido e a espádua alçada tomei dos filhos de Israel, dos seus sacrifícios pacíficos, e os dei a Arão, o Sacerdote, e a seus filhos, por estatuto perpétuo dos filhos de Israel. Esta é a porção de Arão e a porção de seus filhos, das ofertas queimadas do SENHOR, no dia em que os apresentou para administrar o sacerdócio ao SENHOR, o que o SENHOR ordenou que se lhes desse dentre os filhos de Israel no dia em que os ungiu; estatuto perpétuo é pelas suas gerações. (Bíblia Sagrada) Lev. 7: 28-36.

 

Chegavam até a pegar a carne crua para assá-la e não ter de comê-la cozida. Eles “desprezavam a oferta do Senhor”: — Era, pois, muito grande o pecado desses jovens perante o SENHOR, porquanto os homens desprezavam a oferta do SENHOR. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 17.

 

E assim, eles “pisavam os sacrifícios do Senhor”: — E eu o escolhi dentre todas as tribos de Israel para Sacerdote, para oferecer sobre o meu altar, para acender o incenso e para trazer a ESTOLA SACERDOTAL perante mim; e dei à casa de teu pai todas as ofertas queimadas dos filhos de Israel. Por que dais coices contra o sacrifício e contra a minha oferta de manjares, que ordenei na minha morada, e honras a teus filhos mais do que a mim, para vos engordardes do principal de todas as ofertas do meu povo de Israel? (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 28-29.

 

  1. b) Pecados de ordem moral. — Era, porém, o Sacerdote Eli já muito velho, porém ele via e ouvia tudo quanto seus filhos faziam á todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação. E perguntou-lhes: Por que fazeis tais coisas? Porque ouço de todo este povo os vossos malefícios. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 22-23.

 

Além dos pecados de ordem cúltica (cerimonial; Relativo ao culto (exemplo: reunião cúltica)), o registro bíblico também diz que os filhos de Eli cometiam imoralidade sexual com alguns mulheres que ficavam a porta do Templo de Adoração.

 

  1. c) Pecados de ordem pessoal. — Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão; pecando, porém, o homem contra o SENHOR Deus, quem intercederá por ele? Mas não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 25.

 

      P 09

É forte a expressão “O Senhor os queria matar”. Lendo os textos de: — Mas a alma que fizer alguma coisa à mão levantada, quer seja dos naturais quer dos estrangeiros, injúria ao SENHOR; e tal alma será extirpada do meio do seu povo, pois desprezou a palavra do SENHOR e anulou o seu mandamento; totalmente será extirpada aquela alma, e a sua iniquidade será sobre ela. (Bíblia Sagrada) Núm. 15: 30-31. — Porquanto do SENHOR vinha que o seu coração endurecesse, para saírem ao encontro á Israel na guerra, para os destruir totalmente, para se não ter piedade deles, mas para os destruir á todos, como o SENHOR tinha ordenado à Moisés. (Bíblia Sagrada) Jos. 11: 20. — Disciplina rigorosa há para o que deixa a vereda, e o que odeia a repreensão morrerá. (Bíblia Sagrada) Pro. 15: 10.

 

A partir de então, logo se entende claramente o porque de Deus querer matar esses dois filhos de Eli. O texto esclarece que eles se colocaram em rebeldia e oposição á Deus, visto que esse é literalmente o sentido da expressão “filhos de Belial”. O procedimento pecaminoso, imoral, corrupto, incluindo o sacrilégio, resultou de uma deliberação própria dos filhos de Eli. Podemos dizer que sua rebelião foi fruto da incredulidade, ou seja, algo pessoal, interno, característico do comportamento, do modo de agir ou da sensibilidade e individualidade de alguém. Eram pessoas que tinha tudo para entrar para história como verdadeiros exemplos de fé, no entanto se comportaram exatamente ao contrário. — Naqueles dias, não havia rei em Israel, porém cada um fazia o que parecia reto aos seus próprios olhos. (Bíblia Sagrada) Jui. 21: 25. — Era, pois, muito grande o pecado desses jovens perante o SENHOR, porquanto os homens desprezavam a oferta do SENHOR. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 17.

 

III. QUANDO NÃO VALORIZAMOS O QUE DEUS NOS DEU

 

  1. O Sacerdote Eli e seus filhos não valorizaram a chamada divina.

Segundo o relato bíblico, Eli era avançado em idade; tinha 98 anos. — E era Eli da idade de noventa e oito anos; e estavam os seus olhos tão escurecidos, que já não podia ver. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 15.

 

Seus dois filhos, Hofni e Fineias, por seu turno, também não valorizaram a posição que Deus lhes dera; degeneraram-se, transformando a Casa do Pai em lugar de imoralidades sexuais. — Era, porém, Eli já muito velho e via e ouvia tudo quanto seus filhos faziam à todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 22.

Entretanto, devemos ponderar um ponto sobre o Sacerdote Eli. Não se tem menção de abusos cometidos por ele; seu principal erro foi não corrigir os pecados de seus filhos; ele já não tinha autoridade sobre estes. Foi um pecado por omissão e complacência. Logo, o Senhor não demoraria em derramar a sua ira sobre a Casa de Eli. — Naquele mesmo dia, suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa; começarei e acabarei. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 12.

 

        P 10

  1. Fazendo uma troca.

Os filhos de Eli trocaram o Senhor pelos prazeres da vida – o Apóstolo Paulo menciona os que são mais amigos dos prazeres do mundo do que de Deus. — Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes aos pais e as mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, (Bíblia Sagrada) II Tim. 3: 2-4.

 

Para freá-los, pois o que faziam era demais escandaloso, foi preciso uma ação do próprio Deus. — Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão; pecando, porém, o homem contra o SENHOR, quem intercederá por ele? Mas não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. Então, pelejaram os filisteus, e Israel foi ferido; e fugiram, cada um para a sua tenda; e foi tão grande o estrago, que caíram de Israel trinta mil homens de pé. E foi tomada a arca de Deus; e os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, morreram. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 25. – 4: 10-11.

 

Não desvalorize a posição que Deus lhe concedeu; valorize o seu ministério, glorificando ao Altíssimo e cumprindo a sua missão. Os que se mantiverem fiéis serão grandemente honrados por Deus junto ao Seu Trono. — E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. (Bíblia Sagrada) Mat. 25: 21.

 

  1. As consequências para quem peca contra Deus.

Quando o homem comete um crime contra outro homem, aqui na Terra, existem os tribunais humanos para julgá-lo, como Paulo nos faz lembrar, quando diz: — Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente, sabendo isto: Que a lei não é feita para os justos, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, (Bíblia Sagrada) I Tim. 1: 8-9.

 

Entretanto, para os pecados dos filhos de Eli, não haveria tribunal humano, pois eles pecaram direta e deliberadamente contra o Próprio Deus Todo-Poderoso. Como eles não se arrependeram, o juízo divino era inevitável. A ira de Deus há qualquer momento se acenderia contra eles. Os que estão à frente do rebanho do Senhor devem ser exemplo em tudo. É preciso ser íntegro no ensino, incorruptível, reverente, digno e santo. — Em tudo, te dá por exemplo de boas obras; na doutrina, mostra incorrupção, gravidade, sinceridade, linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós. (Bíblia Sagrada) Tito 2: 7-8.

 

Devemos ser conscientes de que Deus não tolera o pecado, principalmente, aos que ensinam e estão em posição de liderança. — Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo. (Bíblia Sagrada) Tia. 3: 1.

 

       P 11

  1. A MENSAGEM DE JUÍZO PARA ISRAEL

 

Numa época em que era bem raro ouvir a voz de Deus, Samuel ouviu clara e reverentemente a Vós do Altíssimo. — Então o SENHOR veio e ficou ali. E, como havia feito antes, disse: — Samuel, Samuel! — Fala, pois o teu servo está escutando! — respondeu Samuel. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 10.

 

Nessa experiência, o jovem Profeta recebeu uma séria e urgente comunicação divina: uma mensagem contra a casa de Eli, o seu mestre. Tal experiência mostra que Deus não faz acepção de pessoas, ou seja, não se importa com a idade de alguém quando a questão é fazer a vontade Divina. — Samuel ficou na cama até de manhã. Aí se levantou e abriu os portões da área da Tenda Sagrada. Ele estava com medo de falar com Eli sobre a visão que havia tido. Mas Eli o chamou: — Samuel, meu filho! —Estou aqui! —respondeu ele. —O que foi que Deus lhe disse? —perguntou Eli. —Não esconda nada de mim. Deus o castigará severamente se você não me contar tudo o que ele disse. Então Samuel contou tudo, sem esconder nada. E Eli disse: — Ele é Deus, o SENHOR. Que ele faça tudo o que achar melhor! (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 15-18.

 

Diante do quadro caótico de grande parte do povo e da liderança de Israel, Deus falou uma mensagem de juízo. Veio um homem de Deus à Eli e lhe revelou o que Deus iria fazer para punir os transgressores. Notemos:

 

  1. Contra os Sacerdotes. Na mensagem profética Deus lembrou á Eli o que ele tinha feito de bom ao povo de Israel e ao próprio Eli chamando-o para exercer o sacerdócio. No entanto, apesar desse tamanho privilégio Eli não deu o devido valor a sua vocação e tratou com desdém as coisas sagradas.

 

— E veio um homem de Deus à Eli e disse-lhe: Assim diz o SENHOR: Não me manifestei, na verdade, à casa de teu pai, estando os israelitas ainda no Egito, na casa de Faraó? E eu o escolhi dentre todas as tribos de Israel para Sacerdote, para oferecer sobre o meu altar, para acender o incenso e para trazer a ESTOLA SACERDOTAL perante mim; e dei à casa de teu pai todas as ofertas queimadas dos filhos de Israel. Por que dais coices contra o sacrifício e contra a minha oferta de manjares, que ordenei na minha morada, e honras aos teus filhos mais do que a mim, para vos engordardes do principal de todas as ofertas do meu povo de Israel? (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 27-29.

 

Deus prometeu punir Eli e seus descendentes, fazendo com que morressem precocemente antes de completar a idade de exercerem o sacerdócio que era aos 30 anos. — Toma a soma dos filhos de Coate, do meio dos filhos de Levi, pelas suas gerações, segundo a casa de seus pais; da idade de trinta anos para cima até aos cinquenta anos será todo aquele que entrar neste exército, para fazer obra na tenda da congregação. Toma também a soma dos filhos de Gérson, segundo a casa de seus pais, segundo as suas gerações; da idade de trinta anos para cima, até aos cinquenta, contarás a todo aquele que entrar à servir no seu serviço, para exercer o ministério na tenda da congregação.

 

      P 12

Quanto aos filhos de Merari, segundo as suas gerações e segundo a casa de seus pais os contarás; da idade de trinta anos para cima, até aos cinquenta, contarás á todo aquele que entrar neste serviço, para exercer o ministério da tenda da congregação.  Todos os que deles foram contados, que contaram Moisés e Arão, e os príncipes de Israel, dos levitas, segundo as suas gerações e segundo a casa de seus pais, da idade de trinta anos para cima, até aos cinquenta, todo aquele que entrava a executar o ministério da administração e o ministério da carga na tenda da congregação, (Bíblia Sagrada) Núm. 4: 2-3, –  22-23, –  29-30, – 46-47.

 

O homem de Deus profetizou a destruição da família de Sacerdotes de Eli por causa de sua desobediência ao Senhor. — Eis que vêm dias em que cortarei o teu braço e o braço da casa de teu pai, para que não haja mais velho algum em tua casa. E verás o aperto da morada de Deus, em lugar de todo o bem que houvera de fazer à Israel; nem haverá por todos os dias velho algum em tua casa. O homem, porém, que eu te não desarraigar do meu altar será para te consumir os olhos e para te entristecer a alma; e toda a multidão da tua casa morrerá quando chegar à idade varonil. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 31-33.

 

Mais tarde esta mensagem foi confirmada por meio do Profeta Samuel. — E disse o SENHOR à Samuel: Eis aqui vou eu fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que ouvir lhe tinirão ambas as orelhas. Naquele mesmo dia, suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa; começarei e acabarei. Porque já eu lhe fiz saber que julgarei a sua casa para sempre, pela iniquidade que ele bem conhecia, porque, fazendo-se os seus filhos execráveis, não os repreendeu. Portanto, jurei a casa de Eli que jamais será expiada a sua iniquidade com sacrifício nem com oferta de manjares. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 11-14.

 

Como sinal do cumprimento desta mensagem, o homem de Deus disse que Hofni e Finéias morreriam no mesmo dia. — E isto te será por sinal, a saber, o que sobrevirá aos teus dois filhos, a Hofni e Finéias: Que ambos morrerão no mesmo dia. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 34.

 

O juízo também foi cumprido no massacre em Nobe. — Então, o rei mandou chamar á Aimeleque, Sacerdote, filho de Aitube, e á toda a casa de seu pai, e aos Sacerdotes que estavam em Nobe; e todos eles vieram ao rei. E disse Saul: Ouve, peço-te, filho de Aitube. E ele disse: Eis-me aqui, senhor meu. Então, lhe perguntou Saul: Por que conspirastes contra mim, tu e o filho de Jessé? Pois deste-lhe pão e espada e consultaste por ele á Deus, para que se levantasse contra mim a armar-me ciladas, como se vê neste dia? E respondeu Aimeleque ao rei e disse: E quem, entre todos os teus criados, há tão fiel como Davi, o genro do rei, pronto na sua obediência e honrado na tua casa?

Comecei, porventura, hoje a consultar por ele á Deus? Longe de mim tal! Não impute o rei coisa nenhuma á seu servo, nem a toda a casa de meu pai, pois o teu servo não soube nada de tudo isso, nem muito nem pouco. Porém o rei disse: Aimeleque, morrerás certamente, tu e toda a casa de teu pai. E disse o rei aos da sua guarda, que estavam com ele: Virai-vos e matai os Sacerdotes do SENHOR, porque também a sua mão é com Davi e porque souberam que fugiu e não me fizeram saber.

 

       P 13

Porém os criados do rei não quiseram estender as suas mãos para arremeter contra os Sacerdotes do SENHOR. Então, disse o rei à Doegue: Vira-te tu e arremete contra os Sacerdotes. Então, se virou Doegue, o edomita, e arremeteu contra os Sacerdotes, e matou, naquele dia, oitenta e cinco homens que vestiam ESTOLA SACERDOTAL de linho. Também á Nobe, cidade desses Sacerdotes, passou ao fio de espada; desde o homem até a mulher, desde os meninos até aos de peito; e até os bois, jumentos e ovelhas passou a fio de espada. (Bíblia Sagrada) I Sam. 22: 11-19.

 

E aqui ainda temos quando a herança sacerdotal foi transferida para a família de Zadoque no reinado de Salomão. — E á Abiatar, o Sacerdote, disse o rei: Para Anatote vai, para os teus campos, porque és homem digno de morte; porém hoje te não matarei, porquanto levaste a arca do Senhor JEOVÁ diante de Davi, meu pai, e porquanto foste aflito em tudo quanto meu pai foi aflito. Lançou, pois, Salomão fora á Abiatar, para que não fosse Sacerdote do SENHOR, para cumprir a palavra do SENHOR, que tinha dito sobre a casa de Eli em Siló. E o rei pôs a Benaia, filho de Joiada, em seu lugar sobre o exército e á Zadoque, o Sacerdote, pôs o rei em lugar de Abiatar. (Bíblia Sagrada) I Reis 2: 26, 27, 35.

 

  1. Contra o povo. Além de repreender o Sacerdote Eli e seus filhos com uma dura mensagem de juízo, o homem de Deus também disse o que aconteceria com o povo: “E verás o aperto da morada de Deus, em lugar de todo o bem que houvera de fazer á Israel”. — E verás o aperto da morada de Deus, á um tempo com o bem que fará à Israel; e jamais haverá velho em tua casa. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 32.

 

  1. O CASTIGO PELA DEGENERAÇÃO DA LIDERANÇA SACERDOTAL

 

  1. Escassez de manifestação. O Profeta Samuel foi levantado em um tempo onde não havia atividade profética, provavelmente porque haviam poucas pessoas fiéis que dessem ouvidos à Palavra de Deus: “… Não havia visão manifesta”. — E o jovem Samuel servia ao SENHOR perante Eli. E a palavra do SENHOR era de muita valia naqueles dias; não havia visão manifesta. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 1.

 

Observamos o quanto o povo daquela época estava longe de Deus. — Naqueles dias, não havia rei em Israel, porém cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos. (Bíblia Sagrada) Jui. 21: 25.

 

De um modo quase que geral, as pessoas faziam o que parecia bem aos seus olhos justamente por não terem ensinamentos corretos, não havia dedicação e muito menos zelo pela Palavra de Deus, esqueceram dos princípios que um dia receberam. O estado espiritual do povo era o mesmo que o do Sacerdote “sem visão”, porém, é bom lembrar que o Sacerdote tinha conhecimento, e o pobre povo perambulava sem nenhum conhecimento das coisas de Deus! — E sucedeu, naquele dia, que, estando Eli deitado no seu lugar (e os seus olhos se começavam já a escurecer, que não podia ver). (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 2.

 

  1. Sentença pronunciada. Eli recebera uma sentença por meio de um Profeta desconhecido: Deus iria punir os seus filhos. — Eis que vêm dias em que cortarei o teu braço e o braço da casa de teu pai, para que não haja mais velho algum em tua casa. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 31.

 

         P 14

Prontamente, o Sacerdote Eli aceitou a sentença que vinha da parte de Deus. Agora era a vez do menino Samuel. Ele não poderia mudar a mensagem, pois o que Deus lhe havia entregue estava na mesma direção do que entregara ao Profeta desconhecido. Sim, Deus havia sentenciado a casa de Eli: Viria morte e destruição sobre ela. — Naquele mesmo dia, suscitarei contra o Sacerdote Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa; começarei e acabarei. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 12.  

 

Esta sentença seria executada por intermédio da invasão dos filisteus à terra do povo de Deus. Ali, além de muita matança, houve a captura da Arca da Aliança, símbolo da Presença e do Poder de Deus no meio do Seu povo. Os filhos de Eli foram mortos. E, ao saber disso, e principalmente de que a Arca havia sido levada, Eli caiu e quebrou o pescoço; de imediato, sua nora entrou em trabalho de parto. Logo após, deu á luz á um menino, e deu-lhe nome:, “Icabô”, que quer dizer: A glória de Israel se foi, a fim de marcar a tragédia que se abateu contra aquela casa. Em seguida, ela morreu. — E sucedeu que, fazendo ele menção da arca de Deus, Eli caiu da cadeira para trás, da banda da porta, quebrou o pescoço, e morreu, porquanto o homem era velho e pesado; e tinha ele julgado á Israel quarenta anos.

E, estando sua nora, a mulher de Finéias, grávida, e próxima ao parto, e ouvindo as notícias, de que a arca de Deus era tomada e de que seu sogro e seu esposo morreram, encurvou-se e deu à luz; porquanto as dores lhe sobrevieram. E, ao tempo em que ia morrendo, disseram as mulheres que estavam com ela: Não temas, pois tiveste um filho. Ela, porém, não respondeu, nem fez caso disso. Mas chamou ao menino Icabô, dizendo: Foi-se a glória de Israel, porquanto a arca de Deus foi levada presa e por causa de seu sogro e de seu marido. E disse mais: De Israel a glória é levada presa, pois é tomada a arca de Deus. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 18-22.

 

  1. Derrota nas batalhas.A punição pelos pecados de Eli e sua família aconteceu de duas maneiras: A destruição quase total de uma família sacerdotal e a humilhação de uma nação inteira. Mas ainda ficaram descendentes e parentes de Eli, os quais, mais à frente foram mortos por Saul. Nessa ocasião o Tabernáculo tinha sido transferido para Nobe, e o sumo Sacerdote era Aimeleque, bisneto de Eli. Por achar que este tinha ajudado Davi a fugir, Saul mandou matar ele e todos os demais Sacerdotes, em número de oitenta e cinco. Só escapou Abiatar, que mais tarde tornou-se sumo Sacerdote, durante o reinado de Davi, mas foi destituído por Salomão, cumprindo-se a profecia do homem de Deus em Siló.

— Então, Davi disse à Abiatar: Bem sabia eu, naquele dia, que, estando ali Doegue, o edomita, não deixaria de o denunciar à Saul; eu dei ocasião contra todas as almas da casa de teu pai. Fica comigo, não temas, porque quem procurar a minha morte também procurará a tua, pois estarás salvo comigo. (Bíblia Sagrada) I Sam. 22: 22-23. — E eu suscitarei para mim um Sacerdote fiel, que procederá segundo o meu coração e a minha alma, e eu lhe edificarei uma casa firme, e andará sempre diante do meu ungido. E será que todo aquele que ficar de resto da tua casa virá a inclinar-se diante dele, por uma moeda de prata e por um bocado de pão, e dirá: Peço-te que me admitas a algum ministério sacerdotal, para que possa comer um pedaço de pão.

 

      P 15

E os filisteus se dispuseram em ordem de batalha, para sair de encontro a Israel; e, estendendo-se a peleja, Israel foi ferido diante dos filisteus, porque feriram na batalha, no campo, uns quatro mil homens. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 35-36. / 4: 2. — Lançou, pois, Salomão fora a Abiatar, para que não fosse Sacerdote do SENHOR, para cumprir a palavra do SENHOR, que tinha dito sobre a casa de Eli em Siló. (Bíblia Sagrada) I Reis 2: 27.

 

  1. A desgraça da família de Eli. A desgraça sobre a casa do Sacerdote Eli veio como uma grande avalanche. Seus filhos, Hofni e Fineias, bem como a sua nora, morreram. Além disso, 85 Sacerdotes pereceram. No reinado de Salomão, Abiatar (um Sacerdote da linhagem de Eli) foi expulso e, a partir daí, a casa do Sacerdote Eli praticamente deixou de existir. — Entendia-se ele com Joabe, filho de Zeruia, e com Abiatar, o Sacerdote, que, seguindo-o, o ajudavam. Porém Zadoque, o Sacerdote, e Benaia, filho de Joiada, e Natã, o Profeta, e Simei, e Reí, e os valentes que Davi tinha não apoiavam Adonias. Lançou, pois, Salomão fora a Abiatar, para que não fosse Sacerdote do SENHOR, para cumprir a palavra do SENHOR, que tinha dito sobre a casa de Eli em Siló. E o rei pôs á Benaia, filho de Joiada, em seu lugar sobre o exército e a Zadoque, o Sacerdote, pôs o rei em lugar de Abiatar. (Bíblia Sagrada) I Reis 1: 7-8. – 2: 27, 35.

 

As predições do Profeta desconhecido e do Profeta Samuel se cumpriram na totalidade, ainda que levassem aproximadamente 130 anos para seu desfecho. Isso nos mostra que o pecado contra o Senhor Nosso Deus tem a sua sentença, o seu juízo. O Novo Testamento corrobora tal assertiva. Veja o caso da igreja em Tiatira. — E ferirei de morte a seus filhos, e todas as Igrejas saberão que eu sou aquele que sonda as mentes e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. (Bíblia Sagrada) Ap. 2: 23. A Bíblia revela que o salário do pecado é a morte. — Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor. (Bíblia Sagrada) Rom. 6: 23.

 

       4.1. Morte dos líderes. Houve diversos prenúncios da punição divina ao Sacerdote Eli e seus filhos, aos quais ele não deu a devida atenção, e por isso o desastre atingiu não somente sua família, mas á toda Nação de ISRAEL. O próprio Sacerdote Eli os avisou que um pecado cometido contra o Senhor Nosso Deus não permitiria intercessão. — Era, porém, Eli já muito velho e via e ouvia tudo quanto seus filhos faziam à todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação.

E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? Porque ouço de todo este povo os vossos malefícios. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; fazeis transgredir o povo do SENHOR. Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão; pecando, porém, o homem contra o SENHOR, quem intercederá por ele? Mas não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 22-25.

 

      P 16

Depois Deus usou o menino Samuel para dizer á Eli que estava prestes a enviar um castigo terrível sobre ele e seus filhos. — Naquele mesmo dia, suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa; começarei e acabarei. Porque já eu lhe fiz saber que julgarei a sua casa para sempre, pela iniquidade que ele bem conhecia, porque, fazendo-se os seus filhos execráveis, não os repreendeu. Portanto, jurei à casa de Eli que jamais será expiada a iniquidade, com sacrifício nem com oferta de manjares. (Bíblia Sagrada) I Sam. 3: 12-14.

 

Eli respondeu á Samuel: “Ele é o Senhor, faça o que bem parecer aos seus olhos”. — Porém Samuel ministrava perante o SENHOR, sendo ainda jovem, vestido com uma ESTOLA SACERDOTAL de linho. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 18.

 

Cumprindo as profecias divinas, o Sacerdote Eli, seus filhos e uma de suas noras, morreram todos no mesmo dia. — E sucedeu que, fazendo ele menção da arca de Deus, Eli caiu da cadeira para trás, da banda da porta, quebrou o pescoço, e morreu, porquanto o homem era velho e pesado; e tinha ele julgado á Israel quarenta anos. E, estando sua nora, a mulher de Finéias, grávida, e próxima ao parto, e ouvindo as notícias, de que a arca de Deus era tomada e de que seu sogro e seu esposo morreram, encurvou-se e deu à luz; porquanto as dores lhe sobrevieram. E, ao tempo em que ia morrendo, disseram as mulheres que estavam com ela: Não temas, pois tiveste um filho. Ela, porém, não respondeu, nem fez caso disso. Mas chamou ao menino Icabô, dizendo: Foi-se a glória de Israel, porquanto a arca de Deus foi levada presa e por causa de seu sogro e de seu marido. E disse mais: De Israel a glória é levada presa, pois é tomada a arca de Deus. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 18-22.

 

4.2. A perda do ministério sacerdotal. Deus havia dado o sacerdócio à Arão e aos seus descendentes para sempre, e ninguém poderia tomar deles essa honra. — Farás, depois, que se cheguem os filhos de Arão, e os vestirás de túnicas, e os cingirás com o cinto, Arão e seus filhos, e lhes atarás as tiaras, para que tenham o sacerdócio por estatuto perpétuo, e consagrarás Arão e seus filhos. Também farás chegar seus filhos, e lhes vestirás as túnicas, e os ungirás como ungiste a seu pai, para que me administrem o sacerdócio; e a sua unção lhes será por sacerdócio perpétuo nas suas gerações. (Bíblia Sagrada) Êxo. 29: 8-9. / 40: 14-15.

 

— Mas tu e teus filhos contigo guardareis o vosso sacerdócio em todo o negócio do altar, e no que estiver dentro do véu, isto administrareis; eu vos tenho dado o vosso sacerdócio em dádiva ministerial, e o estranho que se chegar morrerá. (Bíblia Sagrada) Núm. 18: 7.

 

Porém, os servos de Deus não podem viver como bem entendem e esperar que o Senhor os honre, “porque aos que me honram, honrarei”. — Portanto, diz o SENHOR, Deus de Israel: Na verdade, tinha dito eu que a tua casa e a casa de teu pai andariam diante de mim perpetuamente; porém, agora, diz o SENHOR: Longe de mim tal coisa, porque aos que me honram honrarei, porém os que me desprezam serão envilecidos. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 30.

 

       P 17

O privilégio do sacerdócio continuaria sendo da tribo de Levi e da casa de Arão, mas Deus o tomaria da linhagem de Eli. — E será que todo aquele que ficar de resto da tua casa virá a inclinar-se diante dele, por uma moeda de prata e por um bocado de pão, e dirá: Peço-te que me admitas a algum ministério sacerdotal, para que possa comer um pedaço de pão. (Bíblia Sagrada) I Sam. 2: 36.

 

No tempo do rei Davi, havia pelo menos dois descendentes de Eleazar para cada descendente de Itamar, de modo que a família de Eli foi, aos poucos, desaparecendo. — E, quanto aos filhos de Arão, estas foram as suas divisões; os filhos de Arão foram Nadabe, Abiú, Eleazar, e Itamar. E morreram Nadabe e Abiú antes de seu pai e não tiveram filhos; Eleazar e Itamar administravam o sacerdócio. E Davi os repartiu, como também á Zadoque, dos filhos de Eleazar, e a Aimeleque, dos filhos de Itamar, segundo o seu ofício no seu ministério. E achou-se que eram muitos mais os filhos de Eleazar entre os chefes de famílias do que os filhos de Itamar, quando os repartiram; dos filhos de Eleazar, dezesseis chefes das casas dos pais, mas dos filhos de Itamar, segundo as casas de seus pais, oito. E os repartiram por sortes, uns com os outros; porque houve maiorais do santuário e maiorais da Casa de Deus, assim dentre os filhos de Eleazar, como dentre os filhos de Itamar. (Bíblia Sagrada) I Crô. 24: 1-5.

 

O Sacerdote Eli era descendente de Arão pela linhagem de Itamar, o quarto filho de Arão, mas Deus abandonaria essa linhagem e se voltaria para os filhos de Eleazar, o terceiro filho de Arão e seu sucessor com o sumo Sacerdote: — E a Abiatar, o Sacerdote, disse o rei: Para Anatote vai, para os teus campos, porque és homem digno de morte; porém hoje te não matarei, porquanto levaste a arca do Senhor JEOVÁ diante de Davi, meu pai, e porquanto foste aflito em tudo quanto meu pai foi aflito. Lançou, pois, Salomão fora á Abiatar, para que não fosse Sacerdote do SENHOR, para cumprir a palavra do SENHOR, que tinha dito sobre a casa de Eli em Siló. E o rei pôs Benaia, filho de Joiada, em seu lugar sobre o exército e a Zadoque, o Sacerdote, pôs o rei em lugar de Abiatar. (Bíblia Sagrada) I Reis 2: 26, 27, 35. Ao confirmar Zadoque como sumo Sacerdote, Salomão cumpriu a profecia proferida pelo homem de Deus quase um século e meio antes.

 

4.3. A perda da arca do Senhor. A tragédia também atingiu toda a nação quando os israelitas foram derrotados pelos filisteus, e estes tomaram a Arca da Aliança. — E foi tomada a arca de Deus; e os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, morreram. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 11.

A Arca da Aliança simbolizava a presença e o Poder de Deus no meio do Seu povo. Por isso, a mulher de Finéias, que morreu ao saber da notícia e enquanto dava à luz um menino, deu-lhe o nome de Icabô, que significa “Foi-se a glória de Israel”. — E, estando sua nora, a mulher de Finéias, grávida, e próxima ao parto, e ouvindo estas novas, de que a arca de Deus era tomada e de que seu sogro e seu marido morreram, encurvou-se e deu à luz; porquanto as dores lhe sobrevieram. E, ao tempo em que ia morrendo, disseram as mulheres que estavam com ela: Não temas, pois tiveste um filho.

 

      P 18

Ela, porém, não respondeu, nem fez caso disso. Mas chamou ao menino Icabô, dizendo: Foi-se a glória de Israel, porquanto a arca de Deus foi levada presa e por causa de seu sogro e de seu marido. E disse mais: De Israel a glória é levada presa, pois é tomada a arca de Deus. (Bíblia Sagrada) I Sam. 4: 19-22.

 

  1. III. AS CONSEQUÊNCIAS DO PECADO

 

  1. O preço do pecado. O pecado sempre traz consequências. A Bíblia Sagrada

revela alguns exemplos sobre isso:

1.1. A expulsão de Adão e Eva do Paraíso, a morte física e espiritual. — E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu esposo, e ele comeu com ela. Então, foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. Então, disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, pois, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da Vida, e coma, e viva eternamente, o SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra, de que fora tomado. (Bíblia Sagrada) Gên. 3: 6-7, 22-23.  — Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou à todos os homens, por isso que todos pecaram. (Bíblia Sagrada) Rom. 5: 12.

 

1.2. Acã e sua família perderam as suas vidas, por uma simples desobediência: — Então, Josué e todo o Israel com ele tomaram a Acã, filho de Zerá, e a prata, a capa, a cunha de ouro, e aos seus filhos, a suas filhas, os seus bois, os seus jumentos, as suas ovelhas, a sua tenda, e tudo quanto tinha e levaram-nos ao vale de Acor. E perguntou Josué: Por que nos turbaste? O SENHOR te turbará a ti este dia. E todo o Israel o apedrejou com pedras, e os queimaram a fogo e os apedrejaram com pedras. (Bíblia Sagrada) Jos. 7: 24-25.

 

1.3. E assim continuando, aqui nós temos mais um caso que nos deixa sem palavras, uma simples mentira, levou este casal, Ananias e Safira à morte. — Mas um certo varão chamado Ananias, com Safira, sua mulher, vendeu uma propriedade e reteve parte do preço, sabendo-o também sua mulher; e, levando uma parte, depositou aos pés dos Apóstolos. Perguntou, então, Pedro: Ananias, por que encheu satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo e retivesses parte do preço da herdade? Guardando-a, não ficava para ti? E, vendida, não estava em teu poder? Por que formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos homens, mas a Deus. E Ananias, ouvindo estas palavras, caiu e expirou. E um grande temor veio sobre todos os que isto ouviram.

E, levantando-se os jovens, cobriram o morto e, transportando-o para fora, o sepultaram. E, passando um espaço quase de três horas, entrou também sua mulher, não sabendo o que havia acontecido. E disse-lhe Pedro: Dize-me, vendestes por tanto aquela herdade? E ela disse: Sim, por tanto. Então, Pedro lhe disse: Por que é que entre vós vos concertastes para tentar o Espírito do Senhor? Eis aí à porta os pés dos que sepultaram o teu marido, e também te levarão a ti. E logo caiu aos seus pés e expirou. E, entrando os jovens, acharam-na morta e a sepultaram junto de seu marido. E houve um grande temor em toda a Igreja e em todos os que ouviram estas coisas. (Bíblia Sagrada) Atos 5: 1-11.

 

       P 19

Como vimos, as consequências do pecado são trágicas. O Sacerdote Eli tinha conhecimento do pecado de seus filhos, mas a sua covardia era visível. Por causa de sua omissão e da irreverência de seus filhos, sua família foi tirada do sacerdócio. É bom lembrar que Eli não era somente pai, mas principalmente, Sacerdote. Por isso, cabia-lhe a responsabilidade paternal e judicial; porém, em tudo isso ele falhou! A Palavra de Deus nos mostra que, se os filhos não forem bem encaminhados, no caminho do Senhor  se tornarão uma vergonha aos seus pais e, se persistirem no erro, sofrerão consequências gravíssimas. — A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe. (Bíblia Sagrada) Pro. 29: 15.

 

Portanto, além de orarmos por nossos filhos, precisamos conduzi-los à comunhão com Deus: — E estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração; e as intimarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por testeiras entre os teus olhos. (Bíblia Sagrada) Deu. 6: 6-8.

 

Para, enfim, dizermos: “Eu e a minha família serviremos ao SENHOR”. — Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha família serviremos ao SENHOR. (Bíblia Sagrada) Jos. 24: 15.

 

  1. Os males da falta de repreensão.

A Bíblia Sagrada nos ensina que aquele que aborrece a repreensão morrerá. De acordo com o hebraico, a palavra repreensão (heb. towkachath) quer dizer correção, censura, punição, castigo. Nesse sentido, o próprio Deus aplica a sua repreensão: — “Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai, ao filho a quem quer bem”. (Bíblia Sagrada) Pro. 3: 12. Por não atentar para ela, a casa de Eli padeceu. Muitos já não acreditam no juízo de Deus. Ele é justiça! Ele é Santíssimo!

 

  1. Pecados voluntários e deliberados.

O Apóstolo João disse que há pecados pelos quais não se deve orar. — Se alguém vir seu irmão cometer pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore. (Bíblia Sagrada) I João 5: 16.

 

Esse tipo de pecado gera morte. Nesse caso, é impossível que a pessoa se renove para o arrependimento. Entretanto, a Bíblia Sagrada revela que o que confessa o pecado e o deixa, alcança misericórdia. Mas não houve misericórdia para os filhos de Eli, pois eles não se humilharam, não se quebrantaram na presença de Deus. Eles pecaram voluntária e deliberadamente; zombaram do Próprio Deus. Como seguidores de Jesus Cristo, tenhamos temor e tremor. O pecado voluntário e deliberado leva à morte eterna. — Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. (Bíblia Sagrada) Heb. 10: 26-27.

 

       P 20

Meu caro leitor(a) e assim como nós podemos ver,  o pecado tem o seu salário. O pecado tem as suas consequências. Por isso, se andarmos segundo a Palavra de Deus, se formos fiéis aos seus mandamentos e se procedermos com sinceridade e verdade, Deus nos confirmará em sua presença. Devemos vigiar para não termos o mesmo final triste e penoso do Sacerdote Eli e seus filhos. Precisamos fazer como o Profeta Samuel e outras pessoas fizeram, honrar ao Senhor e servi-lo com fidelidade.

 

 

 

Transcrito por:

 

Pr. Manoel Teixeira

Site: www.assotera.com

E-mail: man.tex@hotmail.com

Fones: (47) 3248-5126 / Cel. 99985-7616 WA 

ASSOCIAÇÃO TEOLÓGICA RENASCER

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.